Pânico

 

Os estados de stress, raiva, excitação, cansaço ou devaneio podem produzir sensações corporais ligeiras, associadas a um estado de ansiedade. Essas sensações, devido à hipervigilância (demasiada atenção) e à atenção seletiva (sensibilidade acrescida a todo o tipo de estímulos, internos ou externos), são interpretadas de forma exagerada e fazem aumentar ainda mais a ansiedade, conduzindo ao ataque de pânico. 

Um ataque de pânico é caracterizado por:

• Dificuldade respiratória ou sensação de estar a sufocar
• Vertigens, instabilidade ou desmaio
• Palpitações ou ritmo cardíaco acelerado
• Tremuras ligeiras ou acentuadas
• Sudação
• Falta de ar
• Náuseas, dor de estômago ou diarreia
• Sensação de irrealidade, estranheza ou separação do meio envolvente
• Sensações de adormecimento ou de formigueiros
• Ruborização ou calafrios
• Medo de morrer
• Outros. 

Procure ajuda e aprenda a prevenir e a controlar os ataques de pânico.